Intercâmbio

Resultado de imagem para intercambio

 

Muitos alunos do curso de Direito não têm conhecimento das possibilidades e oportunidades de se realizar um intercâmbio vinculado ao curso. Essa sessão tem a intenção de mostrá-los como funciona, além de divulgar editais abertos.

 

INTERCÂMBIO ACADÊMICO

A UFMG possui diversos programas de intercâmbio internacional e convênios com Universidades estrangeiras, que proporcionam ao discente a possibilidade do intercâmbio acadêmico e cultural.

 

MINAS MUNDI

O Minas Mundi é um programa de intercâmbio internacional para Graduação na UFMG que proporciona ao discente a vivência acadêmica em uma das instituições internacionais parceiras.

Nesse programa, o aluno fica isento de pagar as mensalidades das instituições parceiras anfitriãs. No entanto, é responsável pelo custeio dos gastos referentes a ida e estadia no país estrangeiro.

 

  • Quem pode se candidatar?
    • Qualquer aluno regularmente matriculado em um dos cursos de graduação da UFMG e ter cursado, no mínimo, 20% da carga horária total deste no ato da inscrição.

 

  • Como funciona o processo seletivo?

A seleção é feita, normalmente, em duas etapas:

  • A primeira etapa será eliminatória e constituirá na análise do Rendimento Semestral Global (RSG) do estudante em relação a média do curso e da Carga Horária Integralizada (CHI).
    • Serão classificados para a segunda etapa um número de candidatos três vezes maior ao número de vagas disponíveis para cada instituição.
  • A segunda etapa consiste na arguição oral dos candidatos, além da análise do currículo e da carta proposta (entregue no ato da inscrição) do candidato.
    • Na entrevista, os seguintes tópicos são analisados:
      • Proposta acadêmica para o intercâmbio;
      • Conhecimento sobre a instituição estrangeira de destino;
      • Conhecimento e capacidade de divulgação da UFMG no exterior;
      • Benefícios acadêmicos e pessoais decorrente do intercâmbio;
      • Contribuição à UFMG quando do retorno do intercâmbio;
      • Conhecimentos relacionados ao curso do candidato na UFMG.

 

  • Há auxílio financeiro?
    • O Fundo de apoio ao Intercâmbio Internacional discente da UFMG oferece apoio financeiro até os limites dos recursos disponíveis. Para tanto, é considerada a condição socioeconômica do candidato. Como os recursos são limitados, na prática, esse auxílio se restringe aos Fumpistas I, II e III

 

  • Fique atento:
    • Todas as instituições estrangeiras exigem certificado de proficiência de língua.
      • Os certificados aceitos são especificados em cada edital de acordo com cada uma das Universidades. Ressalta-se, no entanto, que a maior parte delas aceita o certificado do CENEX/FALE. Tais provas são aplicadas duas vezes ao ano.

 

Edital: https://www.ufmg.br/dri/wp-content/uploads/2016/04/Edital-2016-completo-15-04-16-versao-final.pdf

Guia do Candidato: https://www.ufmg.br/dri/wp-content/uploads/2016/05/Guia-do-Candidato2016-11-05FInalCAPA-final.pdf

 

ESCALA ESTUDANTIL

O Escala estudantil é um programa de mobilidade estudantil que visa promover o intercâmbio acadêmico e cultural entre a UFMG e demais instituições de ensino membros da Associação de Universidade Grupo Montevidéo, uma rede de Universidade Públicas de seis países da América do Sul (Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Paraguai e Uruguai).

 

  • Quem pode se candidatar?
    • Qualquer aluno regularmente matriculado em um dos cursos de graduação da UFMG e ter cursado, no mínimo, 20% da carga horária total deste e tenha menos de trinta anos no ato da inscrição.

 

  • Exame de Proficiência:
    • Diploma de Espanhol como Língua Estrangeira – DELE Básico, Intermediário ou Superior ou Exame de Espanhol do CENEX-FALE – mínimo 60 pontos.

 

  • Como funciona o processo seletivo?

A seleção é feita, normalmente, em duas etapas:

  • A primeira etapa é eliminatória e serão considerados os seguintes tópicos:
    • Cálculo proporcional da etapa do Curso x Período de Intercâmbio
    • Rendimento Semestral Global.

Serão classificados para a segunda etapa um número de candidatos três vezes maior ao número de vagas disponíveis para cada instituição.

  • A segunda etapa, por sua vez, é classificatória e consiste na arguição oral, o currículo e a carta proposta dos candidatos.

 

  • Há auxílio financeiro?
    • Há a isenção das taxas escolares da instituição anfitriã.
    • A Universidade estrangeira é responsável pelos custos de alimentação e hospedagem dos alunos selecionados.
    • As passagens são asseguradas aos alunos fumpistas níveis I, II e III. Os demais alunos terão ajuda para custear esse valor, no entanto, o valor será fixado segundo análise socioeconômica realizada pela Fundação Mendes Pimentel.

 

Edital: https://www.ufmg.br/dri/wp-content/uploads/2014/09/escala2015_Atual.pdf

 

MOBILIDADE LIVRE

É possível, também, que o aluno entre em contato diretamente com a instituição de ensino estrangeira na qual deseja estudar sem a mediação de nenhum programa estrangeiro.

Primeiramente, é preciso que o discente verifique se a instituição estrangeira tem convênio com a UFMG, o que pode ser encontrado no site do Departamento de Relações Internacionais da UFMG.  Caso a instituição não tenha esse convênio, é necessário entrar em contato com o DRI para analisar se é possível estabelecer esse acordo.

Depois, o aluno deve entrar em contato com a instituição e pleitear uma vaga para cursar no máximo dois semestres. Mediante a aceitação da Universidade estrangeira, o aluno deve entrar em contato com o DRI, que emitirá a declaração de intercâmbio, o que possibilitará o pedido de afastamento no colegiado do estudante.